Probióticos para a saúde da flora intestinal | Microflora

O intestino é, sem dúvida, um dos principais órgãos para a sustentação da Saúde. Cada vez mais a Ciência comprova o que HIPOCRATES, o pai da medicina já falava há muito: "toda a doença começa no intestino". Por isso é tão importante que a gente conheça melhor este órgão, onde vivem milhões de microorganismos vivos, e entenda o seu funcionamento. O intestino é realmente um "mundo paralelo".

 

Vivemos um dia a dia duro, especialmente nas grandes cidades. Estamos sempre cheios de atividades e preocupações, nos alimentamos mal, bebemos pouca água, respiramos mal... tudo isso vai influenciando e mudando essa população de microorganismos vivos que chamamos de flora intestinal (ou microbiota, ou microflora), que entra em desequilíbrio.

 

"Quando este desequilíbrio ocorre, ou seja, quando há um aumento de bactérias (microorganismos) no intestino e que podem ser nocivas à saúde, sobrepondo as bactérias que são benéficas (também conhecidas como probióticos), ocorre a Disbiose Intestinal. Trata-se de um distúrbio, um desequilibrio, que pode acarretar muitas alterações no nosso corpo de forma geral, como sobrepeso, desnutrição e o surgimento de muitas doenças, inclusive as mais graves, como um câncer", explica a Dra Regina Turnes, nutricionista especializada em Saúde Pública e Nutrição Probiótica e diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da Microflora Nutrição Funcional.

 

Segundo a Dra Regina, a Disbiose inibe a formação de vitaminas importantes produzidas no intestino, como a vitamina K e a B12. Com isso, as paredes intestinais vão se fragilizando e até sofrendo rupturas. "Quando isso ocorre, pequeninos pedaços de alimentos ingeridos passam diretamente para a corrente sangüínea, ao invés de os nutrientes serem capturados pelas células como é o natural. Com isso, o sistema imunológico entra em alerta e os processos inflamatórios surgem como reação. E também as doenças se manifestam", explica.

Pois é. A Disbiose intestinal pode contribuir até mesmo para a manifestação de doenças psicoquímicas, como a depressão. "Isso porque 95% de um importante neurotransmissor que temos no nosso organismo, a SEROTONINA, também conhecida como 'HORMÔNIO DA FELICIDADE' é produzido no sistema gastrointestinal. Ou seja, se estamos com nossa microbiota em desequilibrio, não produzimos naturalmente este hormônio e começamos a nos sentir pra baixa, tristes, cansados... podemos entrar em depressão por uma consequência bioquímica, ou melhor, por falta desta química natural no nosso corpo. Por isso precisamos manter o equilíbrio da nossa microflora intestinal e por isso também que os intestinos hoje são, depois do coração, o principal órgão que temos. É considerado hoje o nosso SEGUNDO CÉREBRO", explica.

 

SINTOMAS E CAUSAS DA DISBIOSE

De acordo com a Dra Regina, os sintomas principais da Disbiose Intestinal são prisão de ventre crônica, gases, cólicas e a diarreia. "As causas, normalmente, estão no uso frequente e indiscriminado de antibióticos, antiácidos, corticosteroides, laxantes, uma alimentação pobre em fibras e nutrientes, a pouca ingestão de água, má digestão, consumo em excesso de açúcar, gorduras, proteínas e alimentos refinados, estresse crônico e deficiência de vitaminas e minerais", alerta.

 

A nutricionista diz que quando percebemos esses sintomas devemos ficar atentos e, rapidamente, restabelecer o equilíbrio da flora intestinal. É preciso portanto promover a recolonização da flora nativa, já existente, com os PROBIÓTICOS (as bactérias benéficas), ou seja, com SUPLEMENTAÇÃO PROBIÓTICA.

 

"A melhor maneira, além de uma alimentação leve equilibraba e maior ingestão de água, é inserir os suplementos probióticos na nossa dieta, sustentando a saúde de todo o nosso corpo de modo preventivo", orienta a especialista.

 

#intestinos #microflora #disbiose #probióticos #proflora #proflora1Bi #nutrição #nutriçãoprobiótica #absorçãodenutrientes #digestão #alimentosfuncionais

 

AGORA QUE VOCÊ JÁ SABE O QUANTO OS PROBIÓTICOS SÃO IMPORTANTES PARA A SUA SAÚDE, TOME UMA ATITUDE POSITIVA. VOLTAR PARA A LOJA E COMPRAR

 

QUER SABER MAIS SOBRE PROBIÓTICOS? BAIXE GRATUITAMENTE NOSSO eBOOK ESPECIAL SOBRE O ASSUNTO. CLIQUE AQUI